Som e Imagem - (500) dias com ela

Olá gente!
Vamos falar de um assunto um pouquinho diferente hoje. Filmes.
Na primeira vez que assisti (500) dias com ela, foi bem corrido e não pude prestar atenção o suficiente nos detalhes que fazem deste filme tão especial, e bom, pra mim. Por isso vou listar pra vocês alguns desses motivo.
1-      Protagonistas


A atriz Zooey Deschanel é uma das protagonistas de New girl, uma das minhas séries de humor favoritas atuais. Além de muito engraçada, e nada metida, diferente de algumas atrizes por aí, Zoey tem um estilo de vestir-se muito legal ( ás vezes me inspiro :D), tem um grupo musical chamado She & Him, que tem uma pegada de blues, ritmo que Zoey é fã.
                         
O Joseph Gordon-Levitt, o protagonista mais importante dos dois, conheci pelo filme e fui pesquisar, ele já fez muitos filmes no mesmo estilo de 500 dias , todos muito bons, além de filmes de ação e suspense que já havia assistido.
Chlöe Moretz a querida Hit-girl é minha atriz mirim favorita, pelo fato de ter sido a Hit-girl entre muitos outros filmes adoráveis, além de ter um estilo muito legal e ser super simpática.

2-      NÃO É UM ROMANCE!
Ao ver a sinopse e a propaganda do filme jurava que era um filme super romântico, então começo assisti-lo e logo no início o locutor diz “ Este filme não é um romance”. E realmente não é. Não tem o final clichê de todo filme que no decorrer da história é basicamente romance e mesmo que algo não dê certo, termina tudo perfeito.  Muito pelo contrário, para mim terminou perfeito, mas de uma maneira perfeitamente diferente e talvez trágica.
3-      Trilha Sonora.



Primeiras cenas do filme, a Summer chega e pergunta “ Você  está escutando The Smiths?” já chamou minha atenção. Conheço poucas pessoas que gostam mesmo de The Smiths e aparecer em filme então , ai que é que nunca vi mesmo. Quando Summer canta um trecho de “ There’s a light that never goes out” então já virei fã da personagem. 
                   
Depois disso tocaram várias músicas do Smiths, como trilha ou os próprios personagens falando sobre. Também citam The Beatles em uma loja de disco ( foi ai que decidi que a trilha era perfeita), sempre dizendo sobre Ringo, o favorito de Summer porque não é o favorito de ninguém. Enfim perfeita.
4-      Qualidade
(500) dias com ela começou com um filme independente de Marc Webber e depois passou para Fox, concorreu a muitos prêmios e foi considerado o melhor filme de 2009 pelo sucesso em massa que fez logo em seu lançamento. A qualidade foi tão boa que (500) dias com ela foi comparado ao filme Annie Hall de Woody Allen. E falando nele... .
 Achei o filme muito estilo Woody Allen, com narrador, mas não aqueles narradores chatos, um charme nas locações com um toquezinho de humor e enredo de um homem fracassado no papel principal me lembrou muito também.
5-      Enredo
Já estou um pouco cansada de romances convencionais que a mulher sofre pelo cara, fica tudo feliz, dá tudo errado e depois final feliz ( até porque já assisti todos eu acho). Em (500) dias com ela, além do homem ser colocado neste papel de “ frágil”, geralmente ocupado pela mulher, a ordem do enredo é totalmente desconstruída. Começamos na casa do 400º dia, voltamos ao 7º dia e terminamos no 500º retornando ao 1º.
Isso dá um envolvimento ao filme, além da visão de expectativas e realidades mostradas. Exigi-se assim muita atenção.

Por esses e muitos outros motivos, recomendo a todos vocês que assistam. Se gostar comenta aqui em baixooo.
                   


2 comentários :

  1. Eu ainda não assisti esse filme, mais estou pretendendo nas férias assistir.

    ResponderExcluir