Caixa de Sentimentos.. O teu riso - Pablo Neruda


O teu Riso 

Tira-me o pão, se quiseres,
tira-me o ar, mas não
me tires o teu riso.

Não me tires a rosa,
a lança que desfolhas,
a água que de súbito
brota da tua alegria,
a repentina onda
de prata que em ti nasce.

A minha luta é dura e regresso
com os olhos cansados
às vezes por ver
que a terra não muda,
mas ao entrar teu riso
sobe ao céu a procurar-me
e abre-me todas
as portas da vida.

Meu amor, nos momentos
mais escuros solta
o teu riso e se de súbito
vires que o meu sangue mancha
as pedras da rua,
ri, porque o teu riso
será para as minhas mãos
como uma espada fresca.

À beira do mar, no outono,
teu riso deve erguer
sua cascata de espuma,
e na primavera, amor,
quero teu riso como
a flor que esperava,
a flor azul, a rosa
da minha pátria sonora.

Ri-te da noite,
do dia, da lua,
ri-te das ruas
tortas da ilha,
ri-te deste grosseiro
rapaz que te ama,
mas quando abro
os olhos e os fecho,
quando meus passos vão,
quando voltam meus passos,
nega-me o pão, o ar,
a luz, a primavera,
mas nunca o teu riso,
porque então morreria.

8 comentários :

  1. Adoro suas dicas de poemas, poesias e versos. Vc deveria criar uma secção semanal só para eles e dividir por categoria.. Seria bacana, pq já dava para gente ir encima do que "as vezes" a gente precisa ler.

    Mesmo assim.. todos são lindoooooo!!!

    bjokasss

    Roberta Sheyler
    http://sonhosliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu criei uma seção de poemas e textos lá em cima Roberta , depois dá uma passadinha lá . Obrigadaaaa!!! kk

      Excluir
  2. Oi, Tudo bem? Que lindo seu blog!!! Passei pra conhecer e já estou seguindo!
    Quando puder visitar o meu, ficarei muito feliz se me seguir também!
    Beijos
    Jaah
    http://templatesdajaah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar que vou dar uma passada lá.
      Obrigada Jah, fico muito feliz em saber que gostou, seja bem vinda, é sempre bom ter mais uma amiga para conversar.

      Excluir
  3. Amei a dica!
    Não conheço muito da obra de Neruda, mas os poucos que já li são um encanto. Vi um filme com ele "O carteiro e o poeta", que é lindo. Vale muito a pena assistir!

    Bj

    entrereaiseutopias.blogspot.com.br














    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju eu estou louca para ver esse filme, mas não lembrava o nome, obrigada por lembrar kkkk. Nunca parei para ler um livro de Neruda, mas todos os poemas que eu li dele foram tãaao legais e me identifiquei tanto que ja e um dos meus favoritos.

      Excluir
  4. Neruda tem uma forma tão bela de trabalhar a poesia. Consegue em palavras tais nos trazer a essência poética sublime.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir